Se criar uma criança já é uma tarefa difícil, com os pais separados não é nem um pouco mais fácil. Muitas vezes, divórcios tem acabado em problemas judiciais e desgaste emocional e financeiro. Foi pensando nisso que a americana Sherrill Ellsworth criou o coParenter, um aplicativo feito para ajudar na divisão de tarefas e responsabilidades de pais separados com seus filhos

Baseada em sua experiência com direito familiar, Sherrill Ellsworth se uniu aos empreendedores Jonathan Verk e Eric Weiss para criar o coParenter. Já disponível na App Store e no Google Play, o aplicativo tem como objetivo auxiliar famílias divorciadas na divisão de responsabilidades e tarefas dos pais e mães com seus filhos. O coParenter garante economizar tempo, dinheiro e o mais importante: saúde mental.

Oferecendo 30 dias gratuitos para teste e validação do usuário, o coParenter conta com uma interface simples, e recursos bem básicos, como calendário e ferramentas de disparo de mensagens. Pelo app, os pais podem ter acesso a todo tipo de comunicação, acordos, documentos e demais itens necessários para dividir a guarda dos filhos, o que facilita bastante a organização. O aplicativo possui planos mensais de U$ 12,99 ou anuais de U$ 119,99.

Telas do aplicativo CoParenter

Apesar do mercado altamente disputado com empresas semelhantes já consolidadas como a Talking Parents, a Our Family Wizard e a Coparently, o coParenter possui dois grandes diferenciais. O primeiro é o suporte online para os pais providenciado por uma equipe treinada e o segundo é o sistema de inteligência artificial que consegue aprimorar o relacionamento: o sistema detecta não só palavras mas também frases agressivas em conversas e sugere que o usuário não as envie, antes que essas mensagens sejam enviadas.

De acordo com o Fast Company, o coParenter já possui mais de 20 mil usuários registrados e ajudou mais de 4 mil famílias a resolver impasses sobre a guarda de seus filhos.O coParenter reúne um espaço para troca de mensagens, suporte pessoal ao usuário e organização de datas e documentos. Dessa forma, os pais conseguem se organizar e reduzir a chance de recorrer à justiça para solucionar seus problemas.

Conheça mais sobre a coParenter.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here