Plantas Alimentícias Não Convencionais são plantas com potencial alimentício e desenvolvimento espontâneo, porém não são consumidas em larga escala ou são utilizadas apenas em determinada região.

Tornar as Pancs conhecidas, popularizar o consumo, incrementar a renda de agricultores e indicar formas de extração sustentável. Esses são os principais objetivos do projeto premiado internacionalmente e liderado pela professora Dra. Patrícia Medeiros do Campus de Engenharias e Ciências Agrárias (Ceca) da Ufal.

Com esse estudo, a docente da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) foi a única brasileira a ser premiada pela edição 2020 do Prêmio International Rising Talents L’Oréal – Unesco e a primeira pesquisadora de uma instituição do Nordeste a conquistar a premiação.

O objetivo é levantar uma série de informações que as tornem mais conhecidas pelo público e, consequentemente, sejam mais consumidas. Durante o estudo, serão feitas avaliações para verificar o quanto de cada fruta pode ser extraída das áreas de vegetação nativa, para indicar formas de uso sustentável, e o perfil socioeconômico mais propenso para consumir.

O consumo e as pesquisas sobre Pancs ainda estão em ascensão no mercado para quem trabalha na área de nutrição. É uma área que envolve saúde e agronegócio com muito potencial de investimento tecnológico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here