Nos últimos 20 anos, a internet tem quebrado as suas próprias barreiras e mostrado o seu potencial para o mundo. Aos poucos, os objetos conectados utilizados no cotidiano estão se expandindo, em um processo conhecido popularmente como internet das coisas.

As “coisas” a que se refere no termo internet das coisas, são uma camada de objetos físicos, dentre eles estão veículos, televisores, sensores e outros equipamentos com softwares acoplados e conectados. Assim, dados são gerados e armazenados, ganhando mais eficiência para diversas tarefas através dos hábitos de seus usuários.

Há uma ampla variedade de aplicação da internet das coisas e muitas empresas e startups tem aproveitado essa oportunidade para criar novos apetrechos. Essas criações podem ser desde fechaduras inteligentes que podem ser controladas remotamente pelo dono da casa, até rastreadores de atividade do corpo humano durante o tratamento de um câncer.

A confiabilidade e qualidade da conexão são decisivas para que esse tipo de ferramenta funcione. Até mesmo no Brasil, a velocidade da conexão banda larga tem cresceu 47% no primeiro semestre deste ano, segundo um estudo apresentado pela da nPerf.

Como há espaço para mais melhorias na qualidade do acesso à internet, principalmente no Brasil, a expectativa para um futuro próximo é a de que o mundo “conectado” está cada vez mais nas ruas e campos. Assim Poderemos abrir caminhos importantes, como novos empregos e costumes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here